OK
Caetano de Campos: A escola que mudou o Brasil

  • Quinta-Feira, 29 de Setembro de 2011
    Wilma Roberto Bozzo, uma Caetanista com C maisculo
  • Nascida a 26/02/1931 em São Paulo, Wilma Roberto Bozzo iniciou os estudos no Jardim da Infância da Barra Funda, o primário no Bairro dos Campos Elíseos, no Colégio Dino Bueno , de freiras ,e concluiu o curso no Colégio João Kopke, no mesmo bairro.
    Prestou exame de admissão para o ginásio no Instituto “Caetano de Campos “, D. Wilma declara que quando foi fazer o exame, aflita, encontrou a então diretora da escola, D. Carolina Ribeiro que assim proferiu estas palavras: “se você quiser, você consegue “. Então, no ano de 1945,ela iniciou o ginásio no Instituto.
    Após terminar o ginásio, ingressou no curso Normal, na mesma instituição, onde concluiria 4 anos depois, em 1952. Um ano antes de concluir o curso, foi admitida como inspetora de alunos do Jardim de Infância e trabalhava, ao lado de outra colega, no corredor, ao lado da sala da diretora, D.Heloísa Grassi Fagundes. Concluiu um curso de datilografia, fundamental naquela época, e depois de formada, em 1952, foi admitida como auxiliar da diretora do Jardim, agora D. Lavínia Benevides Resende. Dentre algumas atividades de D. Wilma, estava a da organização dos sorteios para a admissão dos novos alunos que ingressariam no Jardim da Infância na escola. Tais sorteios eram organizados no auditório da escola, com a presença de pais, alunos e professores que acompanhavam o sorteio feito através de bolinhas numeradas colocadas dentro de um globo, como num jogo de loteria. Quem ingressasse na escola, teria vaga garantida até a quarta série do primário, quando depois teria que passar pelo exame de admissão para o ginásio, que foi abolido em 1971.Em 57 faz curso de metodologia e Prática do Ensino, na própria escola.
    Em 1961, foi trabalhar na Biblioteca Infantil, como assistente de D.Iracema Marques.Conseguia manipular todos os projetores de filmes que eram divulgados em aulas especiais na Biblioteca, entre outras coisas. Fez inúmeros cursos, como de recursos audiovisuais ,de cinema, de psicologia infantil e em 1962, o primeiro curso de museologia pedagógica do Brasil, já que havia o plano de se abrir o museu ligado à biblioteca infantil, o que ocorreu em 1963. Num primeiro momento Foi criado o Museu Pedagógico, anexo à Biblioteca “Caetano de Campos “, depois a denominação ficou Biblioteca “Caetano de Campos “anexa ao Museu Pedagógico.
    Com a aposentadoria de D. Iracema Marques, foi nomeada como museóloga responsável pelo museu e a biblioteca Infantil anexa ,em 1966.
    Em 1978, foi a responsável pela mudança e organização de toda a Biblioteca Infantil, Museu e Biblioteca Paulo Burroul para o prédio novo da Aclimação, onde se aposentou em 1981.
    D. Wilma passou 36 anos dentro do “Caetano de Campos”, como estudante declara que na escola teve seus mestres como verdadeiros amigos, como museóloga, o privilégio de ter presenciado os melhores momentos de uma instituição que foi um exemplo para o ensino público.

     

    Primeira página do álbum de formatura

     

    Formanda do Curso Normal do Instituto de Educação "Caetano de Campos"

     

    Certificado de conclusão do Curso Normal do IECC, em 1953

     

    Recém formada, trabalhando no Jardim de Infância

     

      Década de 1950, quando era assistente de direção do Jardim de infância

     

    Com colegas, na festa da Primavera (mesmo dia da foto anterior)

     

    Década de 1960, obras assistenciais na escola

     

    Diploma de museóloga, no primeiro curso de museologia, em 1962

     

    Década de 1960, ao fundo, presenciando homenagem à diretora Corintha Aciolly

     

    No museu da escola- década de 1970, em companhia de D.Gioconda, avó de Cecília e José Merola, voluntária na APM

     

    À esq.,na década de 1980, já no prédio do Caetano de Campos da Aclimação

     

     D. Wilma, em 2011


    veja entrevista com D. Wilma: clique aqui



    Voltar