OK
Caetano de Campos: A escola que mudou o Brasil

  • Sábado, 03 de Dezembro de 2011
    Carlos Alberto Gomes Cardim
  • A ligação da família Cardim com a Escola, inicia-se no ano de 1894, quando Carlos Alberto Gomes Cardim diploma-se na Escola Normal . É convidado a exercer o cargo de inspetor técnico , em 1913 foi nomeado lente ( professor) de Psicologia da Escola Normal e em seguida sub-diretor da Escola.Em 1925 é nomeado diretor da Escola, onde exerce a função até 1928.
    A família Cardim é constituída de membros talentosos ligados à arte desde o pai de Carlos Alberto, até os irmãos , filhos e seus descendentes.
    Carlos Alberto tinha 2 irmãos, um deles, Pedro Augusto Gomes Cardim foi o fundador da Academia de Belas Artes, além de estar ligado à Pinacoteca do Estado, onde mais tarde funcionaria a Faculdade de Belas Artes, que até hoje é dirigida por seus descendentes.

     

    O pai deles, João Pedro Gomes Cardim era era um homem ligado às artes, abandonou o seminário em Portugal para dedicar-se à carreira artística no Brasil e escreveu peças e óperas  que foram encenadas tanto em sua terra natal , quanto no Brasil, onde chegou em 1857. Não mais deixaria de atuar em diversas localidades daquele Império, dirigindo orquestras, cantando, apresentando originais de sua autoria. Entre 1865 e 1870, uma guerra opôs o Brasil ao Paraguai tendo Cardim, a propósito de um episódio dessa contenda, escrito a mais festejada das suas obras: Os bravos de Paisandu. Em Setembro de 1867 o já muito aplaudido compositor estava de volta a Setúbal,Portugal, sendo recebido em apoteose. Logo passou a Lisboa onde, com assinalável êxito, começou a produzir música cênica e a dirigir orquestras, nos principais teatros. Trabalhou, depois, com igual êxito, no portuense Teatro Baquet. Em 1894, porém, o irrequieto músico tornara ao Brasil para não mais regressar, para não mais voltar .Morreu em S. Paulo, no Brasil, a 30 de Abril de 1918, deixando ilustre descendência .

     

    João Pedro Gomes Cardim

    Carlos Alberto Gomes Cardim, fundou na Escola Caetano de Campos, em 1925, a primeira Biblioteca Infantil do  Brasil. Promoveu o cultivo da Arte na Escola através da
    música, posia ,teatro e canto orfeônico. Juntamente com o maestro João Gomes Jr, que também lecionava no Caetano de Campos, foram os pioneiros na introdução do canto Orfeônico no Brasil.
     Foi ele  como diretor do Conservatório Musical de São Paulo, catedrático do curso Dramático e Musical.
     O conservatório fundado pelo seu irmão Pedro Augusto , juntamente com o maestro João Gomes Jr., originou o Conservatório Dramático e Musical, fundado em 1906, com sede própria desde 1909, na Av. São João, onde continua até hoje.

     

    Conservatório- detalhe


    Foi autor de diversas obras como “Cartilha Infantil”, de 1908, uma das primeiras cartilhas analíticas do Brasil, livros sobre Comemorações Cívicas, comédias, monólogos, compêndis de Álgebra, contos, etc…
    Quando faleceu , em 1938, o Governo do Estado, em sua homenagem decretou fosse dada a denominação de “Prof. Gomes Cardim”ao Grupo Escolar no Cambuci.
    Carlos Alberto Gomes cardim, foi casado com Inês Lacerda Gomes Cardim e teve com ela 10 filhos:

    João Carlos Gomes Cardim, médico e diretor do Caetano de Campos
    Carlos Alberto Gomes Cardim Filho- engenheiro arquiteto
    Paulo Gomes Cardim- advogado
    Silvio Gomes Cardim- advogado
    Pedro Augusto Gomes Cardim – diretor da escola Júlio Ribeiro
    Capitão Alcebíades Gomes Cardim
    Oscar Gomes Cardim- compositor e perito em Belas Artes:

     

    Uma das composições de Oscar Gomes Cardim foi esta marcha militar em homenagem ao herói de 1932, avô da colega Eloísa Salvato( arquivo pessoal)


    Oswaldo Lacerda Gomes Cardim- diretor do Serviço de Fiscalização Artistica da Secretaria do Governo
    Amélia Gomes Cardim- professora
    Zilda Gomes Cardim- professora

     Não sabemos ao certo quantos membros desta família estudaram no Caetano de Campos, mas muitos descendentes fizeram seus estudos lá.

     

    1915- Carlos Alberto Gomes Cardim, sentado( oitavo da esq para dir) com a turma de professores que se formaram com ele em 1890, comemorando os 25 anos de formados

     

    No álbum de 1922, terceiro da esquerda para direita, ao centro, o maestro João Gomes Junior, que com ele introduziu o canto orfeônico na escola

     

    Em 1925- como diretor geral ( terceiro da dir para esq) na ponta esquerda, o diretor Arnaldo de Oliveira, provavelmente no dia da posse de Carlos Alberto, no prédio do Jardim de Infância demolido em 1939

     

    1939- Folha da manhã: "O conservatório Dramático e Musical de São Paulo ( aquele fundado pelo irmão de Carlos Alberto e depois dirigido por ele) homenageou hontem à tarde um festival que se realizou no salão nobre desse estabelecimentos  os vencedores do concurso Nacional "Prêmio pró Música", o sr Ruy Cartolano (!!!!!!!), Heitor Alimonda e senhorita Irina Bianchi

     

    Jornal "Nosso Esforço"- 1948

     

       Jornal  " Nosso Esforço "

     

       Jornal  " Nosso Esforço " - 1966

     

    Maria Zuleica Ferreira Gomes Cardim - uma das descendentes


    Fonte:

    Cre Mário Covas
    Jornal Folha da Manhã
    Azevedo, Elisabeth Ribeiro- Conservatório Dramático e musical de São Paulo: pioneiro e centenário

     



    Voltar