OK
Caetano de Campos: A escola que mudou o Brasil

História da escola

  • Sexta-Feira, 21 de Outubro de 2011
    Dia da Ave
  • O dia da Ave era comemorado no dia 12 de setembro.
    O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, atendendo exposição de motivos dos ex-ministros Euclides Scalco, Secretário Geral da Presidência da República, do ministro Paulo Renato, da Educação, e do ministro José Carlos Carvalho, do Meio Ambiente, assinou dia 03 de outubro de 2002, decreto fazendo do Sabiá (Turdus rufiventris) o mais novo símbolo nacional oficial, representando a fauna ornitológica brasileira.
    O decreto que regulou o assunto foi publicado no Diário Oficial da União no dia 04 de outubro (seção 1, página 35) revogando o decreto 63.234, de 12 de setembro de 1968: manteve as comemorações do Dia Nacional da Ave, com cunho eminentemente educativo, no dia 5 de outubro e escolheu o Sabiá (Turdus rufiventris) como centro destas festividades.
    Na escola aparecem três registros da comemoração: dois do começo do século, e outro na década de 1950, onde um cesto repleto de aves é aberto no pátio da escola por Wilma Roberto Bozzo, que é museóloga e trabalhava com D. Iracema Marques da Silveira na Biblioteca infantil.

    1919- Festa da Ave- fonte: Jornal "O Estímulo"do Grêmio do Caetano de Campos

     

      1919- Texto do Jornal "O Estímulo"sobre a festa

     

    1920- ao fundo à esquerda aparece a cúpula do antigo prédio do Jardim de Infância, demolido em 1939. Do lado esquerdo, na frente, uma gaiola com pássaros. À direita, vitrais em cima de escadarias que foram extintas numa das reformas do prédio, que até então possuia apenas 2 andares. Notem os chapéus dos homens.

     

    Foto aumentada

     

     

    Década de 1950



    Voltar