OK
Caetano de Campos: A escola que mudou o Brasil

Matérias variadas

  • Quinta-Feira, 22 de Setembro de 2011
    Homenagem ao patrono ao longo do tempo
  •  

    Texto contando as reações dos alunos quando souberam da morte do diretor

     

    Texto histórico, das primeiras providências tomadas pelos profesorres da Escola Normal, assim que Caetano de Campos faleceu, aos 12 de setembro de 1891.

     

    Discurso de Oscar Thompson, diretor da Escola Normal de 1901 à 1920

     

    1939- pequena edição com 63 páginas sobre o patrono, documentos diversos
     

    1940- 49* aniversário da morte de Caetano de Campos

     

    1940

     

       12/09/1941- Cinquentenário do falecimento do patrono

     

    1941, homenagem com a presença da filha de Caetano de Campos

     

    1941

     

    1944

     

       Jornal Nosso Esforço- 1944

     

    1944

     

     1958- Jornal Nosso Esforço

     

    Placa afixada na frente do pedestal do busto de Caetano de Campos da foto anterior

     

    Nosso Esforço- 1960

     

    1973- D. Carmela A. Galvão, diretora do primário e Fabio de Barros Gomes, diretor superintendente

     

     

    Normalistas do Orfeão Caetano de Campos

     

    1973

     

    Programa, homenagem ao patrono- 1973

     

    1974- Dep. Ruy Codo à esq., aluna Rita Kalume, à direita  Antonio Caetano de Campos Neto, sentadas D. Maria Medeiros e D. Aracy de Almeida

     

    Eliane, Márcio, Zaíra , eu e Durval- alunos da 4* série B-Prof. Kiyome O. Kato

     

    Visita da minha classe ao cemitério da Consolação, onde fiz o discurso para o patrono

     

    Antonio Caetano de Campos Neto, à direita D. Kiyome Okamoto Kato

     

    1975

     

    verso do cartaz acima

     

     

    1975- Visita do neto de Caetano de Campos ao museu no dia da cerimônia

     

    Prof. Fábio d Barros Gomes

     

    1976

     

    continuação do texto acima

     

    Modelo das faixas espalhadas pela escola

     

    Redação vencedora do concurso

     

    Evento no auditório do colégio- Caetano de Campos Neto

     

    1976

     

    1977- última homenagem no prédio da Praça- lista de presença

     

    1980- Aclimação

     

     

    1980- Caetano da Aclimação

     

    Missa

     

    1980- cemitério da Consolação- túmulo do patrono


    Fonte: arquivo Patrícia Golombek e CRE Mário Covas



    Voltar